fbpx

Campanhas

EM SUAS MÃOS

logotipo 1819 PORT

A campanha de solidariedade de Itaka-Escolápios aborda este ano um novo e excitante desafio: voltamos nossos olhos e esforços para a República Democrática do Congo, um país no coração da África, que encarna como nenhum a força, a riqueza e os sonhos do continente, mas também os seus graves problemas e injustiças.

Os escolápios chegaram à República Democrática do Congo recentemente, em 2014, para levar a este canto do mundo a missão educacional, social e pastoral iniciada por Calasanz e que é muito necessária. Com presença, inicialmente, pequena – na capital Kinshasa e Kikonka -, embora chamada para dar muitos frutos e estender-se a outros lugares do país. Atualmente, as Escolas Pias na República Democrática do Congo fazem parte da província escolápia da África Central, juntamente com Camarões, Guiné Equatorial e Gabão, países que experimentam uma dinâmica de crescimento na missão, e nos quais está também presente Itaka-Escolápios há algum tempo, acompanhando este processo e impulsionando inúmeros projetos.

Com tudo isso, é necessário neste momento dar um forte empurrão solidário à missão em Congo e esta campanha é uma grande oportunidade para fazê-lo. Queremos destacar o importante trabalho realizado pelos escolápios no país, e também os planos para o crescimento futuro deste trabalho. Algo que somente será possível se contar com o apoio daqueles que se sentem corresponsáveis por essa grande tarefa.

A missão escolápia na República Democrática do Congo tem lugar num contexto particularmente difícil, pela grande instabilidade política e a persistência de graves deficiências para a maior parte de sua população, que vive na pobreza. É também por isso que o trabalho é tão necessário. Não nos esqueçamos que a República Democrática do Congo está entre os países com o menor desenvolvimento humano (sendo 176 de 188), que é a dolorosa demonstração de como os enormes recursos naturais do país não beneficiam o seu povo, mas sim o oposto: causa de maior desigualdade, de exploração injusta, de conflitos sociais e guerras fomentadas por poderosos interesses estrangeiros ao país …

Mas a realidade da República Democrática do Congo, felizmente, não está demonstrada somente com esta imagem de negatividade: o país possui um grande potencial cultural e humano que pode aspirar a um futuro melhor, que tem de ser construído com a ajuda principal da educação. E como exemplo de quanto pode ensinar e contribuir para o mundo, tomamos o ritmo de sua música, a linguagem que com tanta facilidade ultrapassa fronteiras e nos ajuda a conectar algumas pessoas com outras, alguns povos com outros. A música desempenhará, portanto, um papel importante nessa campanha que “entrelaçará” a Itaka-Escolápios com os ritmos do Congo.

Seguindo o lema deste curso, a campanha de solidariedade põe EM SUAS MÃOS – nossas mãos – os desafios e necessidades da missão escolápia na República Democrática do Congo. E junto com isso, os sonhos de tantas crianças e jovens que são os verdadeiros protagonistas de nossos projetos lá. Para que graças à participação e solidariedade de toda a rede Itaka-Escolápios possam ter em suas mãos o futuro que merecem, tanto elas como seu país.