fbpx

Campanhas

OS ESCOLÁPIOS NA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO, UM PAÍS IMENSAMENTE RICO

fondo logo

Os escolápios chegam em novembro de 2014 em Kinshasa, a capital do país. Um escolápio congolês, acompanhado por um escolápio camaronês e outro guineense e implementam a missão no Congo sob o amparo da província escolápia da África Central. Os três escolápios formaram a primeira comunidade, localizada no bairro de Lemba. Na atualidade os escolápios têm duas comunidades na República Democrática do Congo, uma na referida Kinshasa e outra a cem quilômetros ao Sul, em Kikonka.

A Escola Pia vive na realidade do segundo maior país da África, com uma população de aproximadamente 80 milhões de habitantes. Um país imensamente rico em biodiversidade, com a segunda maior floresta tropical do planeta, com um subsolo que mostra um mosaico de produtos minerais e o rio Congo que facilita o comércio no país e grande parte da África Central, mas que não consegue sair de uma grave instabilidade econômica, que o torna um dos países mais pobres (176 de 188 no IDH das Nações Unidas para no ano de 2017).

Em seguida, você pode baixar três guias para trabalhar em sala de aula e para investigar a realidade da República Democrática do Congo e os escolápios no país.

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO

INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA CONGOLESA

OS ESCOLÁPIOS NA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO